• -A
  • +A
  • Favoritos
  • Imprimir
  • E-mail

Importações de aço ficam pouco abaixo do previsto em 2012, diz IABr

As siderúrgicas brasileiras começaram a sentir um leve alívio na reta final de 2012 nas importações diretas de aço feitas por consumidores do país. O volume de material que entrou nos portos brasileiros ficou igual ao de 2011, em 3,78 milhões de toneladas, informou o Instituto Aço Brasil (IABr).

A previsão do IABr era de que as importações de aços planos e longos fossem superar 3,8 milhões em 2012, crescendo em torno de 1% em relação ao ano anterior.

Marco Polo de Mello Lopes, presidente-executivo  do IABr, disse esperar que as medidas do governo de defesa comercial, com aumento de alíquota de importação em alguns tipos de aço, e o fim da “guerra dos portos” (eliminação de incentivos estaduais) a partir de janeiro comecem a surtir efeito.

Ele espera que isso ocorra também nas importações indiretas — aço contido em máquinas e equipamentos,  automóveis, autopeças e bens eletrodomésticos. O volume do ano passado desse fluxo já teve ligeira queda, de 3%, para 4,86 milhões de toneladas. Mas ainda é considera muito alto.

“Nosso mantra é fazer crescer o mercado interno, que está estacionado em 120 a 130 quilos por habitante ao ano há décadas”, diz Lopes. Pois, segundo ele, o mercado externo se retraiu para o aço brasileiro com o excesso de oferta mundial (quase 600 milhões de toneladas) e com a perda de competitividade das siderúrgicas brasileiras nas vendas externas.

No ano passado, os embarques de aço brasileiro para o exterior tiveram retração de 11% em volume, para 9,66 milhões de toneladas, e de 15,5% em valor, para US$ 7,1 bilhões.

“O ano passado foi um dos  mais difíceis para o setor no Brasil, levando as empresas — CSN, Gerdau e Usiminas — a apresentarem forte perda de margens operacionais até setembro”, afirmou o executivo.

Fonte: Valor Econômico

 

Sobre a Decafer (www.decafer.com.br): há 26 anos no mercado, a Decafer é uma empresa de decapagem química com sede em São Paulo capital e planta industrial moldada para atender ao setor metalúrgico de todo o país. Guiada por altos padrões de qualidade e tecnologia, a Decafer desenvolveu métodos únicos no Brasil para a decapagem de tubulações e atuação especializada em decapagem de chapas e aço em geral.
  • Voltar